The gifted: A redenção do universo x-men

Quem acompanha a Marvel sabe que o universo vem se expandido ano após ano, desde de 2000 e lá vai bolinhas, e eles tem material para dar e vender e a nova meta são as séries, e hoje eu preciso falar sobre gifted com vocês.
Eu sou muito marvete, quem me conhece sabe bem disso. Eu amo roteiros, e o universo da Marvel tem poucas falhas com relação a isso e por isso amo tanto o Stan Lee, mas confesso que nos últimos tempos não ando gostando tanto das séries, não sei, sentia que faltava algo. Aconteceu em punho de ferro, Luke cage, demolidor e até mesmo defenders. Então ao decidi assistir gifted fui com receios e não eram poucos, gifted é uma série da fox, atualmente é possível encontra-la no fox premium (streaming que eu super indico, real e oficial), a série aborda a vida dos irmãos Strucker e sua família, na série Reed Strucker (Stephen Moyer) faz um promotor de justiça que faz valer as leis anti mutantes, ele é o responsável por processar mutantes por seus crimes, e por crimes eu quero dizer as vezes roubar um pão para comer ou usar seus poderes acidentalmente por estarem sendo perseguidos, as coisas mudam quando Andy ( Percy Hynes White), descobre seus poderes, Andry é um personagem que é perseguido na escola e por isso a descoberta dos seus poderes acontece ao chegar no ápice do estresse, acontece que seus poderes causam grande destruição, e, é ai que as coisas se complicam, sua irmã Lauren (Natalie Alyn Lind) havia descoberto seus poderes a alguns anos e mantinha escondido, até mesmo da sua família, ao ajudar seu irmão acaba se revelando, a questão toda no enredo é que as leis são duras, não há nada fora da regra, ao usarem seus poderes mesmo que acidentalmente ou para proteger uma outra pessoa os irmãos se tornam fugitivos e é ai que a história ganha vida, Reed ao se ver do outro lado da linha da justiça é forçado a ver o lado dos mutantes, a família se une a resistência, a princípio apenas como uma forma de poder tentar fugir, mas quando Polaris-rainha-soberana (Emma Dumont) é presa ao tentar ajudar uma mutante, Reed faz um acordo com os rebeldes para sua família sair ilesa. Mas será que é possível mesmo?

Resultado de imagem para the gifted

Como seria se você fosse obrigado a viver do outro lado do seu costume, viver fazendo coisas que você jurou nunca fazer?
É claro que tem muita coisa escondida, a série terminou de uma forma que te faz se coçar e criar teorias após teorias, eu mesma fiquei até as 3 da manhã procurando coisas.
O que eu mais amo no universo da Marvel é como eles abordam as diferenças e como o medo das pessoas fica irracional quando se encontra algo diferente.
Essa é uma das melhores séries da Marvel até agora para mim, seja pela fotografia que é linda, a forma como os poderes tomam forma é linda demais ou pelo roteiro que não deixa pontas soltas ou pela Polaris, que é a grande rainha soberana, e foi por isso que nem falei muito dela no texto, ver a atuação da Emma é algo que não tem como descrever, a vivacidade da personagem, sua raiva dançando é como poesia. Desculpem, me empolguei. Mas assistam, esqueçam o que vocês já viram sobre séries de super heróis, e qualquer outra coisa da DC, e até alguns erros da Marvel, e até alguns filmes do X- men, essa é uma bela redenção para o universo dos x-men, espero que a série não perca essa essência ao longo das temporadas.

A série está completa da fox premium, e a segunda temporada já foi encomendada.
Eae, já assistiram? O que estão achando dessa abordagem da Marvel em séries?

Hela

Hela

Primeira de seu nome, senhora do caos e das víboras, princesinha da casa Martell, próxima escritora de novelas mexicanas, mais de libra que de câncer, ama tudo que é estranho e peculiar. Se fosse uma das meninas superpoderosas seria docinho. Obcecada por Lana Del Rey, playlist da bad e as crônicas de gelo e fogo.