Séries que você precisa ver #05: 13 Reasons Why

Hoje é dia de falar dessa série que tá bombando desde seu lançamento : 13 Reasons Why, a adaptação do livro Os Treze Porquês de Jay Asher. Pra começar, tenho que dizer que todo o hype é verdadeiro, realmente merece que todo mundo fale dela o tempo todo e eu vou te explicar o por que.

Produzida por Selena Gomez (que foi até cotada pra interpretar Hannah Baker, mas não rolou) e pelo Tom McCarthy (ganhador do Oscar com Spotlight), é possível perceber todo o trabalho por trás da produção, toda a sensibilidade que eles tiveram pra tratar de um assunto tão difícil com uma delicadeza inexplicável.

Pra quem não sabe do que se trata, conta a história de Hannah Baker, uma adolescente que se suicidou e deixou 7 fitas cassete com 13 motivos (porquês) pra ela ter chegado a esse ponto. Cada motivo é uma pessoa e ela deixou instruções para que, assim que terminassem de ouvir, passassem as fitas para o próximo da lista. Quando a série começa, as fitas estão com Clay Jensen e tudo acontece do ponto de vista dele.

Parece meio mórbido e realmente é, mas não é só isso. A série levanta questões importantíssimas como o próprio suícidio, estupro, slut-shaming,  bullying, depressão e atitudes que parecem tão óbvias pra todo mundo, mas que fazem a gente parar pra refletir e repensar todas as nossas atitudes.

Apesar das fitas “incriminarem” aquelas pessoas, toda a construção da série te faz entender que não existem pessoas 100% boas ou 100% ruins. Você não enxerga o bem e o mal, você enxerga pessoas que com todas as suas particularidades e vivências trataram aquela situação do melhor jeito que conseguiram. Óbvio que você vai sentir raiva de algum personagem em algum momento, mas você compreende por que ele agiu daquela forma. Deu pra entender? Rs

Além de tudo, é importante frisar que apesar de ser uma série imersa no universo dos adolescentes, de parecer o clichê americano de high school, jogadores de basquete sendo escrotos com as meninas, house partys e bla  bla bla, a série passa longe de ser infantil e de ser mais um Pretty Littler Liars da vida, o que era meu maior medo, confesso! Os personagens são até bem maduros e não são bobos, nem burros sabe? Eles entendem a gravidade daquilo e não demoram a colocar adultos e autoridades envolvidas no caso. Inclusive, acho que devia ser +18 porque realmente tem cenas MUITO pesadas. Em alguns episódios, eles até dão avisos de gatilho pro público mais sensível saber exatamente o que vai presenciar ali.

A maioria dos atores não são conhecidos e as atuações estão incríveis! De verdade! Sabe quando você consegue sentir exatamente o que o personagem tá sentindo? Toda a angústia, a dor e até a felicidade é passada de uma forma humana e muito sensível. Destaque pra atuação da Kate Walsh que interpreta a mãe da Hannah, que mulher! Você sente a dor daquela mãe que não tinha nenhuma noção do que a filha estava passando, é de chorar real!

Acho que o mais importante de 13 Reasons Why é toda a discussão e comoção que causou ao falar de um assunto que a gente, muitas vezes, ignora ou acha bobo. Ela veio pra chocar mesmo e dar um tapa na nossa cara, fazer a gente prestar atenção no que uma garota morta tem pra falar e prestar atenção nos mínimos sinais que pessoas na situação de Hannah dão.

Eu sei que sempre falo isso, mas: você PRECISA ver essa série. Nunca falei tão sério com você! Hahaha.

A série tem uma temporada com, ADIVINHA, 13 episódios e estão disponíveis no Netflix.

Agora vamos torcer para que as próximas temporadas, se existirem, não sejam enrolação e nem encheção de linguiça pra ganhar dinheiro como as outras séries do tipo que a gente já conhece. Confio em você, Netflix. <3

 

 

Ingrid Mamolli

Ingrid Mamolli

Mais uma que caiu no conto do publicitário bem sucedido, apaixonada por séries, filmes e tudo relacionado à internet!