Crítica: Game Of Thrones | 07×01 | Não deixe um lobo a solta


Trezentos e Oitenta e Cinco dias
, esse foi o tempo em que tivemos que esperar para o retorno do maior fenômeno televisivo da atualidade. Não seria exagero dizer que Game of Thrones se tornou um evento mundial, a cada nova temporada a série da HBO ganha mais fãs apaixonados, fãs estes que aguardam em polvorosos o tão esperado dia de estreia. E assim como o inverno de Westeros, a sétima temporada de Game of Thrones já está entre nós.

A espera foi longa, mas extremamente recompensadora. Nesse primeiro episódio temos uma das melhores –  ou talvez a melhor –  cenas de abertura de toda a série, dando assim o pontapé inicial para a temporada que talvez tenha o ritmo mais acelerado até então. Ritmo esse que se dá pela presença de quase todos os núcleos da série, fazendo com que cada episódio tenha um bom equilíbrio entre os personagens.

Uma das maiores especulações para esse episódio era a presença de uma grande cena de ação que envolvesse Daenerys (Emilia Clarke), e seus dragões ou Jon (Kit Harington), e seu exército do norte. Mas o que vimos aqui foi algo muito mais introdutório e contextualizador, representando assim o início do final da jornada desses personagens. Finalmente vemos Bran (Isaac Hempstead Wright) cruzar a muralha; Sam (John Bradley) iniciar seus estudos pra se tornar um Miestre; e depois de longas 6 temporadas, presenciamos Daenerys chegando à sua terra natal, Pedra do Dragão. Sequência essa que é fantástica, onde somos apresentados a toda grandiosidade da terra dos Targaryen, e que agora tem finalmente um regente legítimo.

Outro ponto alto do episódio, foi a chegada de Euron Greyjoy (Pilou Asbæk), e sua frota de ferro à capital dos sete reinos. Pois a necessidade de aliados nunca foi tão grande para Cersey Lannister (Lena Headey) como é agora, e isso é deixado bem explicito no ótimo diálogo entre a rainha dos primeiros homens e o líder da casa Greyjoy; entretanto essa aliança depende de termos que não deixe a rainha nem um pouco feliz.

Muito se esperava da Estréia de Game of Thrones, o grande destaque fica por conta de Arya, sua primeira cena, mas não podemos esquecer que os conflitos entre Jon e Sansa já começaram a aparecer. E aí, ficou empolgado com o primeiro episódio da sétima temporada de Game of Thrones?

Curta o Critica Criativa e não perca nenhuma de nossas análises dos próximos episódios.

Assista o Teaser do segundo episódio:

Thomas Gregory

Thomas Gregory

Publicitário e fã de Nicolas Cage!