Crítica: O Jardim de Bronze – HBO [EPISÓDIO PILOTO]

 

Olá! Tenho a honra de apresentar a você uma novo formato do Crítica Criativa, chama-se : Episódio Piloto
Nesta série de posts especiais, semanalmente trarei um olhar mais analítico e crítico a respeito de novas produções de séries ou animações que foram lançados recentemente, e no final darei o veredito : Vale a pena a assistir?

Para a primeira edição, selecionei uma série que tem tudo para atrair sua atenção, produzida pela HBO – Latin América, O Jardim de Bronze marca o retorno da gigante – mamãe de séries que tanto amamos – às terras hermanas, mais precisamente na charmosa Buenos Aires.

SINOPSE: Em Buenos Aires, o arquiteto Fabián Danubio tenta reencontrar a filha desaparecida. Desesperado com a falta de respostas da polícia, Fabián começa a fazer uma investigação por conta própria. Nessa busca pela jovem, o arquiteto enfrenta situações de perigo, transformando essa jornada numa obsessão.

A série vem de encontro temas que tem sido de fato relevantes e altamente discutidos pelas pessoas em todo o mundo, trata-se do desaparecimento de crianças e adultos e do processo investigativo para encontra-los, mas além disso, aborda o processo e o sofrimento de quem se vê nesta situação.

No primeiro episódio rapidamente somos apresentados a Moira, uma jovem garotinha 4 anos, que gosta de desenhos e de um grilo de pelúcia.   Após uma situação desesperadora em que a menina sumiu por alguns instantes da vista de seus pais, começamos a acompanhar o relacionamento, em turbulência, entre Fabián Danubio (Joaquín Furriel) e Lila (Romina Paula).

Em determinado momento do episódio – obviamente – acontece o desaparecimento da menina, e a série da inicio de fato a sua proposta. A partir daí acompanhamos as semanas seguintes ao fato e vemos como isso afeta o relacionamento, temperamento e comportamento dos pais da pequena moira, especialmente na paranoia em que Fabian entra em relação a investigação, oposto de sua esposa, que está cada vez mais distante do mundo real, o que pode ser algo perigoso para o futuro da personagem.  A série abraça o aspecto de suspense e investigação, apresenta personagens que podem ser desenvolvidos de maneira interessante e levanta diversas hipóteses sobre o que de fato pode ter acontecido com a pequena criança.

Em resumo, O Jardim de Bronze levanta uma pauta socialmente relevante, ambientada em uma belíssima cidade, adaptada de um livro já famoso na argentina, e com a assinatura de uma grande empresa como a HBO. Nada além disso.  A não levantou nada de mirabolante e por mais que tenha sido interessante, em diversos momentos me perguntei se ainda faltava muito para que ela terminasse.

Então… vale a pena?
Ao meu ver existem perfis para este tipo de série, se o seu perfil é daqueles que gostam de uma história de investigação que irá demorar para ser resolvida, vale sim. Se você gosta de algo mais rápido, movimentado e impactante, esta não é uma série pra você.

Curiosidades
  • As gravações foram realizadas com a tecnologia 4K.
  • A série é baseada no livro El Jardín de Bronce, de Gustavo Malajovich.
  • O episódio piloto da série está disponível gratuitamente no site da HBO, corra e assista!

 

Jemerson Vieira

Jemerson Vieira

Um publicitário que adora tudo sobre séries, inovação e empreendedorismo. Fundou o Cri-Cri para quebrar padrões em críticas e estar sempre atualizado nas coisas que ama!