Crítica: Game of Thrones | 07×04 | Uma verdadeira obra de arte

Este foi mais um episódio de Game of Thrones que não deixou nada a desejar. Com efeitos especiais surpreendentes e com uma excelente produção “The Spoils of War” foi de tirar o fôlego. Muitas questões foram levantadas ao longo deste episódio e nós já podemos imaginar o que vem por aí. Para além de todas as sensações causadas pela trama em volta das personagens, podemos ressaltar a aparição majestosa de Drogon na batalha contra os Lannisters. A HBO fez um trabalho tão maravilhoso que por um segundo duvidei da inexistência de dragões, tamanha perfeição com os efeitos especiais e sonoros.

Bem, que os Lannisters sempre pagam as suas dívidas nós já sabemos, mas quais são os meios pra isso não importa muito para o Banco de Ferro. O episódio que superou expectativas e nos deixou com muitos questionamentos começou com Jaime Lannister ao lado do Sor Bronn remanejando e transportando todo o ouro conquistado no Jardim de Cima. Mostrando para os fãs que os Lannisters não serão tão fáceis assim de derrubar nesta guerra.

Um dos pontos mais importantes do episódio é quando Lorde Baelish entrega a Bran Stark a adaga de aço valiriano destinada pra ter tirado a vida do nosso pequeno lobo no início da série, dando início a Guerra dos Cinco Reinos. Quais são as intenções de Baelish com isso ainda não sabemos, mas o lorde alegou não saber quem mandou matar Bran. Será mesmo, Mindinho!?

A chegada de Arya em Winterfell foi uma das cenas mais esperadas da série e seu reencontro com Sansa foi um pouco perturbador. Sansa percebeu que sua irmã está mais perigosa do que ela poderia imaginar, e saber que Cersei está na lista de Arya a deixou incomodada. Será que ambas vão partilhar dos mesmos interesses para com os Lannister ou será que a Lady Stark realmente está admirada por Cersei?

Para além do reencontro entre os irmãos Stark em Winterfell, temos a luta entre Brienne e Arya, na qual deixou todos surpresos com tamanha destreza e habilidade da menina. A luta que já vinha sendo aguardada essa semana mostrou a todos Arya empunhando a Agulha, mostrando-se tão capaz quanto Brienne.

E como não falar de Daenerys e Jon Snow? A cena de ambos na caverna nos mostrou mais uma vez a persistência de Dany em fazer com que Jon se ajoelhe para que ela lute ao lado dele contra os White Walkers, uma vez que agora ela acredita na existência deles. Ao saber da sua desvantagem na guerra, Daenerys começa a cogitar a possibilidade que existe um traidor ao seu redor. Seria Tyrion Lannister que não gostaria de ver sua família padecer, Varys que é uma poderosa, inteligente e traiçoeira aranha ou até mesmo a aparentemente confiável Missandei, que tanto esconde sobre seu passado?

The Spoils of War se mostrou repleto de cenas fortes e de muita tensão, também mostrou o reencontro de Jon Snow com Theon Greyjoy. E o que podemos esperar desse reencontro além da dor e ódio de Jon? Assim que Theon disse que veio para encontrar a Rainha, Jon respondeu “The Queen is gone” (A rainha se foi), será que nosso lobo do norte se rendeu aos encantos de Dany? E são sobre esses encantos que Sor Davos questiona Jon, que alegou “não ter tempo” para isso.  Será que o ship de alguns fãs vai se concretizar?

Por fim fomos brindados com uma das maiores cenas já gravadas em Game of Thrones. Nem só de bondade e paciência se faz uma rainha e Daenerys mostrou isso ao não dar ouvidos ao conselho de Jon,  resolvendo reagir ao ataque  dos Lannisters no Rochedo Casterly com ~literalmente~ fogo. Jaime e seu exército foram brutalmente atacados pelo exército Dothraki e sim, DRACARYS!  Drogon também foi para frente de batalha com sua mãe e essa foi uma das cenas mais esperadas pelos fãs. Mas vale destacar que essa cena nos diz muito sobre quem é o Jaime Lannister na fila do pão em Westeros.

Além de um excelente espadachim, Jaime prova a cada episódio que é um excelente general e estrategista militar, deixando Daenerys e seus aliados pra trás. Jaime, que tem se mostrado cada vez mais preparado para o que vai enfrentar, levou junto com seu exército a besta criada para matar dragões que Qyburn mostrou para Cersei no episódio Stormborn. E vimos como ela funciona muito bem contra Dragões logo quando, em mais um take espetacular, acompanhamos de perto uma flecha indo de encontro a Drogon. Mesmo que não o tenha matado, a arma deixou o dragão totalmente desestabilizado, mostrando-nos mais uma vez a inexperiência e a vulnerabilidade de Daenerys na luta pelo Trono de Ferro. Já percebemos que a rainha que há pouco chegou em Westeros terá muito o que aprender se quiser  comandar os sete reinos.

Jaime Lannister sem sombra de dúvidas foi uma das personagens que mais tem se destacado na sétima temporada, mostrando-se cada vez mais honrado e digno. Não abandonou seu exército e nem fraquejou quando se viu prestes a morrer queimado. Jaime foi salvo no último instante, mas será que isso foi suficiente para mantê-lo vivo?

Faltam apenas três episódios para o desfecho da sétima temporada e, com aperto no coração e muita ansiedades eu digo: Game of Thrones não só atende as expectativas, como as tem superado a cada episódio, em nome de todos aqueles que são apaixonados pelas Crônicas de Gelo e Fogo, temos certeza de que a série se consagra cada vez mais entre as maiores obras de arte já vistas.  É SIMPLESMENTE DE TIRAR O FÔLEGO!


Nota:

Essa semana acabou vazando na internet este quarto episódio da série e nós do Critica Criativa não apoiamos este tipo de atitude. Nós sabemos quão árduo e trabalhoso é para a HBO fazer episódios tão fantásticos e envolventes, criando e transmitindo sempre um conteúdo de melhor qualidade para todos os que amam Game of Thrones. Não achamos justo este tipo de atitude com a produtora, nem com os atores e com todos os envolvidos na produção da série, principalmente com os fãs. Pirataria é crime! Confira aqui alguns motivos pelos quais se deve esperar o lançamento oficial dos próximos episódios.

Gostou de The Spoils of War? Conte-nos o que você achou nos comentários!

Siga-nos no Instagram e curtam nossa página no Facebook!

Teaser do próximo episódio:

 

Raquel Mastrorosa

Amante de porquinhos da índia e lhamas, é membro oficial da sociedade do anel e uma verdadeira lady sith. Além disso é escritora, musicista, séries lover, ficcionada em HQs e super heróis, está terminando sua formação em História e é arqueóloga nas horas vagas. Também é mamãe da Pushinka (porquinha da índia) e do Mongo (cachorro mais amado do mundo)!